Home
Portal Figueiro
Aldeia
Santa Eufêmia
Patrimonio
A Visitar
Ultimos Moinhos
Figuras
Album de Fotos
Multimedia
Noticias de Figueiró
Noticias do Concelho
Comunidades
Obras
Junta de Freguesia
Como Chegar
Hotelaria
Links
Arquivo
Contactos

 

Brasão de Armas Tradições Ordem de Malta Lendas Economia Gastronomia

 

  Freguesia

      A aldeia de Figueiró da Serra, localiza-se no extremo ocidental do concelho de Gouveia, fazendo fronteira com terras do concelho de Celorico da Beira.
      Situada a cerca de 16 Kilometros da sede do concelho, Gouveia, é a 5 maior freguesia com uma área de 7200 Km². De acordo com o censo de 2001 conta com cerca de 300 habitantes.

      A sua excelente localização, permite em pouco mais de 30 minutos chegar a grandes centros urbanos, como Viseu e Guarda ou mesmo a terras de Espanha. Tem fácil acesso ao topo da Serra da Estrela onde pode praticar desportos de Inverno ou adquirir produtos regionais da Serra da Estrela.
      As suas encostas, com o Vale do Mondego a seus pés, permitem passeios pedestres ou o uso de veículos todo terreno ou btt’s, que fazem com que a natureza venha ao seu encontro, com o ar puro que se respira, a fauna e a flora própria desta zona, esquecendo o stress das grandes cidades.

     
 

 
     

   Historia

      A história de Figueiró, encontra-se profundamente associada à história de Linhares.
      Por altura de 1200, o lugar de Figueiró, não seria mais que uma pequena quinta com meia dúzia de habitantes e teria sido logo integrado no constituído concelho de Linhares. (…)

      Com a reforma judicial e administrativa de 24 de Outubro de 1855, passou a fazer parte do concelho de Gouveia, tal como o Freixo, Vila Cortês, Vila Franca e Vila Ruiva.
      De tais andanças ficaram os prejuízos consequentes da dispersão dos arquivos vários e perda de importantes documentos que nos poderiam revelar e dar a conhecer melhor o seu passado. Assim, as publicações da especialidade, não tem muitas noticias sobre a aldeia, especialmente as de importância histórica.

      Logo nos primórdios da sua existência, Figueiró tornou-se um Curato da Ordem de Malta, pertencente ao baliado de Leça, hoje Leça do Balio. (…) Ao Curato de Figueiró pertencia Freixo da Serra, Misarela, Prados, e Videmonte e Monsanto (…) Porque a freguesia era da referida Ordem, numerosos eram os foros e dízimos que ali se lhe pagavam, tal como nas outras terras do curato.

      O seu crescimento durante o século XVI foi muito lento, o que aconteceu com a generalidade das terras do reino.
      Em 1527 contava com 67 habitantes, no século XVIII seriam cerca de 440 habitantes, sendo uma das mais numerosas freguesias do concelho de Linhares. Em 1757, a nossa aldeia já se chamava Figueiró da Serra.

      No século XIX e de acordo com elementos disponíveis, Figueiró apresentava a seguinte população:
 
  •       1862 - 157 Casas e 682 habitantes
     
  •       1864 - 711 Habitantes
     
  •       1890 - 199 Casas e 867 habitantes
     
      No dia 4 de Agosto de 1881, o Papa Leão XIII, atribui uma Bula Papal a Figueiró, encontrando-se este documento em exposição no Museu de Arte Sacra. Esta Bula, seria talvez, o prémio pelo fervor cristão que as suas gentes sempre manifestaram através dos tempos.Com ela o Pontífice concedia aos "...cristãos confessados e com comunhão que nos dias 15 e 16 de Setembro visitarem a Igreja paroquial e ai rezarem pela concórdia entre os príncipes cristãos, extirpação das heresias, conversão dos pecadores e pela exaltação da Santa Madre Igreja, indulgencia plenária aplicável aos defuntos...", sendo a bula valida por dez anos.

      No princípio do século XX, Figueiró era uma aldeia florescente, em que as necessidades básicas se encontravam satisfatoriamente avançadas para a época.                                                                                                                                             
      
Tinha uma rede de abastecimento de água, principal tesouro destas terras, algumas bocas-de-incêndio, rede de esgotos e serviço de electricidade, correios, fábricas de lacticínios e duas de lanifícios e lagares de azeite. Existiam também vários poços públicos para lavar roupa, e um conjunto de fornos para a cozedura do pão.

      De acordo com o censo de 15de Dezembro de 1950, Figueiró tinha 947 habitantes, assim repartidos, 434 homens e 513mulheres.   Dedicavam-se principalmente a actividades agrícolas e apascentamento de gado. Muitos porem, entregavam-se ao trabalho árduo e penoso nas minas de Volfrâmio. Este seu trabalho, muito contribui para o desenvolvimento económico da região, mas que dizimou aos poucos aqueles que nas entranhas da serra extraíam este vil minerio.  Há pouco tempo, este trabalho foi relembrado numa série de televisão, “A febre do Ouro Negro”, mas que não lembrou aqueles que ali pereceram, principalmente
aqueles naturais de Figueiró

      Recordamos alguns acontecimentos de vulto na historia crista de Figueiró, cuja população e tradicionalmente católica.
 
  •         16 de Maio de 1949, a Imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima visita Figueiró, o povo recebeu-a em verdadeira apoteose
     
  •         13 de Outubro de 1950, realizou-se uma peregrinação a Fátima, presidida pelo Pároco e com 150 peregrinos que se deslocaram em 4 autocarros
     
  •         15 de Agosto de 1950, visita Pastoral do Bispo da Diocese e a coroação da bonita Imagem de Nossa Senhora de Fátima.
     

      Conheciam-se algumas Associações cristãs, entre as quais, a Confraria do Santíssimo, a de Santa Eufémia, a Conferência Masculina de S. Vicente de Paulo, a Associação do Apostolado da Oração e Congregação de Nossa Senhora.

      Hoje, Figueiró denota um aspecto agradável e bonito aos olhos de quem a visita. Muitos dos seus, encontram-se espalhados pelos quatro cantos do mundo, mas nunca esquecem a sua aldeia e trabalham pelo seu progresso e desenvolvimento.

 

Bibliografia:

"Figueiró da Serra, apontamentos sobre a sua historia.

autor: José Maria Mendes

 

 

 

Ajude a nossa aldeia,

compre o livro

na sua

proxima visita.

Site optimizado para Internet Explorer 5+

Copyright © 2005 [Jose Ferreira]. All rights reserved. webmaster@figueirodaserra.com